SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

Menina de 7 anos ganha mão produzida em impressora 3D

protese-mao

A garota Faith Lennox, de 7 anos, nunca teve interesse em colocar uma prótese de mão para substituir o membro que perdeu com apenas 9 meses de vida. Até que descobriu que ela poderia criar a própria mão, colocá-la facilmente, pular em sua bicicleta e sair pedalando.

Levou apenas uma noite para que a mão prostética – com dedos azuis, roxos e rosa – fosse impressa por uma impressora 3D. Pouco tempo depois, a garota já tinha colocado o objeto e saído para uma volta de bicicleta ao redor do quarteirão.

“Acho que nunca conseguiremos tirar isso dela”, disse a mãe, Nicole, sorrindo com resignação enquanto assistia à filha dar voltas de bicicleta.

Leve e econômica

A prótese que ajudou a garota a pedalar representa um avanço no campo das próteses leves, econômicas e fáceis para crianças usarem. Ela pesa apenas 450 gramas e custa US$ 50 para ser construída. O material é o mesmo usado na fabricação de drones e de partes de automóveis.

Quando Faith crescer um pouco, em seis meses ou um ano, outra prótese similar pode ser feita por um preço parecido, segundo Mark Muller, professor da área de próteses da Universidade do Estado da Califórnia.

Um modelo para adultos, com sensores conectados aos músculos, pode custar entre US$ 15 mil e US$ 20 mil.

Faith manipula sua prótese sem sensores. Em vez disso, ela move a parte superior de seu braço para frente e para trás para conseguir o movimento de abrir e fechar dos dedos. Ela conta que escolheu suas cores preferidas para ornamentarem o objeto.
Síndrome compartimental

Síndrome compartimental

protese-mao1

A mais velha de três irmãos, Faith teve a síndrome compartimental, quando sua posição durante o parto cortou o fluxo de sangue de seu antebraço, provocando um dano irreversível  ao tecido, músculo e osso. Depois de nove meses tentando salvar o membro, médicos determinaram que ele fosse amputado logo abaixo do cotovelo.

Ela já testou outras próteses tradicionais, mas eram muito pesadas e difíceis de usar. Foi quando sua mãe descobriu a empresa Build It Workspace, que trabalha com impressoras de alta tecnologia. Esta foi a primeira vez que a empresa produziu uma mão.

A tecnologia usada no desenvolvimento do membro é chamada de “Cal State” e foi criada e disponibilizada gratuitamente pelo projeto “E-Nable”.

 

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

um × 2 =