SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

Idosa cadeirante não consegue entrar em banco no Gonzaga

acessibilidade-cadeiranteA pensionista Casimyrthes Schiavinato Mariano, de 78 anos, que se locomove com cadeira de rodas, não conseguiu entrar, na tarde desta terça-feira (9), na agência do Banco do Brasil, no Gonzaga, em Santos. Ela queria fazer o recadastramento necessário para continuar recebendo seu benefício mensal, mas o elevador de acesso para pessoas com deficiência está interditado.

A idosa foi ao banco junto com a filha, Evelyn Schiavinato Mariano Arakaki, mas precisou aguardar do lado de fora da agência, na Rua Galeão Carvalhal. Ficou sozinha, no calor, por mais de uma hora, enquanto a filha entrou na agência para tentar resolver a situação.

O recadastramento é obrigatório e deve ser feito anualmente, com a presença da idosa. Caso contrário, ela não recebe o pagamento e fica impossibilitada, por exemplo, de comprar seus medicamentos e pagar o seu plano de saúde.

Indignada, a filha conta que os funcionários da agência disseram que o elevador está interditado, porque não tem alvará. Ou seja, o local está sem acesso para quem usa cadeira de rodas. “A sugestão que me deram foi subir e tentar resolver sozinha, mas não consegui. Isso porque fui um dia antes perguntar como era o procedimento para não ter dor de cabeça, mas não adiantou”, lamenta Evelyn.

O Banco do Brasil foi procurado, mas ainda não deu retorno.

Fonte: atribuna.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 × 4 =