SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

Deficientes visuais testam urnas eletrônicas em Aracaju

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) realizou na manhã desta quarta-feira (24) testes com urnas eletrônicas adaptadas para deficientes visuais. A intenção foi ensinar para esta parte do eleitorado o funcionamento das urnas.

urnas-adaptadas-para-deficientes-visuais

A ação ocorreu na sede da Associação dos Deficientes Visuais de Sergipe (Adevise). As urnas possuem fones que informa o nome e o número do candidato em que ele está votando. Vale lembrar que o teclado das urnas eletrônicas possuem escritas em braile.

Esse sistema facilita a autonomia do deficiente na hora de votar. “Antes eu tinha que pedir ajuda de alguém para preencher o voto no papel. Ou seja, eu não tinha autonomia. Agora, posso votar sozinho em quem eu quero”, garante Josivaldo Silva de Jesus, vice-presidente da Adevise. Ele fez o teste e gostou do que viu. “Funcionou corretamente e o dá para ouvir o áudio muito bem”, garante.

visual2

Presidente da Associação aprova tecnologia

Segundo o TRE, 4.713 eleitores declararam algum tipo de deficiência. Destes, cerca de 900 possuem algum tipo de deficiência visual. Segundo Antônio Gonçalves, técnico do Tribunal, a intenção do órgão é que essa parte do eleitorado se habituei com o sistema de votação.

“Estamos disponibilizamos duas urnas eletrônicas para que sejam utilizadas na eleição da própria associação. Isso é bom, pois eles terão contato com a urna e já poderão se habituar. O nosso objetivo é levar aos eleitores o conhecimento necessário para exercer o direito de votar sem qualquer problema”, comenta.

 

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

16 − treze =