SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

Hoje com 2 anos, bebê do vídeo com aparelho auditivo tem fala normal

lachlan1

Lachlan e suas duas irmãs: Chloe, de 9, e Jessica, de 6 anos.

Hoje com 2 anos de idade, o bebê que nasceu com deficiência auditiva e que ficou conhecido por um vídeo publicado no YouTube que mostra sua reação ao ouvir a voz do pai pela primeira vez, tem fala e linguagem normais para sua idade. “Estamos extremamente orgulhosos de nosso menininho lindo que agora tem dois anos de idade”, disse a mãe do garoto, Michelle Lever, por e-mail.

O vídeo que ficou famoso mostra o menino Lachlan, então com 7 semanas de idade, recebendo o primeiro aparelho auditivo. Primeiro, o menino chora quando lhe colocam o aparelho. Em seguida, sorri de alegria ao perceber a voz do pai (veja abaixo).
Filmado em julho de 2012, o vídeo foi postado pelo pai do garoto, Toby Lever, no domingo (31) e, desde então, já foi assistido quase 3 milhões de vezes. A família vive na cidade de Sorrento, na Austrália.

Diagnóstico

Michelle conta que um teste de rotina feito logo após o nascimento do garoto teve dois resultados inconclusivos. Por isso, algumas semanas depois, a família teve que voltar ao hospital para que Lachlan fizesse um teste de audição completo. Com 4 semanas de idade, ele foi diagnosticado com deficiência auditiva neurossensorial moderadamente severa.
“Nos disseram que Lachlan precisaria de aparelhos auditivos para aumentar suas chances de desenvolver uma fala normal”, conta Michelle.

Com 6 semanas de idade, Lachlan teve moldes feitos para suas orelhas e, com 7 semanas, experimentou pela primeira vez os aparelhos, momento registrado no vídeo. “Nos sentimos muito sortudos porque a deficiência auditiva de Lachlan foi detectada pelo teste de triagem neonatal, e porque ele pôde receber seu aparelho auditivo 3 semanas após o diagnóstico”, diz a mãe.

“Fiquei tão preocupada sobre o que o futuro guardava para nosso filho. Pensava que o Lachlan não conseguiria falar, fazer amigos, e fiquei preocupada que ele sofresse provocações. Agora sei que, apesar de esses pensamentos serem completamente normais, eles não são verdade”, diz Michelle. “Lachlan é um garotinho extremamente feliz e sociável que está se saindo muito bem com seu desenvolvimento e sua fala.”

A mãe conta que, após o diagnóstico, a família pesquisou bastante sobre o assunto e decidiu que queria que o menino crescesse no “mundo da audição” e, por isso, decidiu que ele não aprenderia a linguagem de sinais, mas frequentaria o centro Taralye, serviço de intervenção precoce que ensina a linguagem oral para crianças surdas na cidade de Victoria, na Austrália.

Fala e linguagem normais

Hoje, Lachlan frequenta o centro durante duas horas semanais e recebe visitas de profissionais em casa uma vez por mês. A avaliação mais recente de Lachlan por uma fonoaudióloga do Taralye mostrou que sua fala e sua linguagem são apropriadas para uma criança normal de sua idade.
Michelle conta que o garoto já se acostumou com os aparelhos, que se tornaram parte de quem ele é. Lachlan já aprendeu a tirá-los quando vai dormir. O único problema, segundo a mãe, é que ele adora brincar na água – seja na banheira, na piscina ou no mar – mas os aparelhos não são à prova d’água.

“Apesar de sabermos que Lachlan vai continuar a ter desafios em sua vida por causa de seu problema de audição, acreditamos que ele vai ter toda oportunidade de atingir seu potencial máximo. Ele é uma inspiração para toda nossa família e o amamos muito.”

Fonte: Bem Estar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

18 − 4 =