SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

Secretária da Pessoa com Deficiência vai ao Butantã para encontro com a população

pessoas-com-deficiencia

Marianne Pinotti, secretária municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, esteve na Subprefeitura do Butantã para ouvir as principais necessidades da população e apresentar as ações da Prefeitura

A secretária municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Marianne Pinotti, esteve nesta terça-feira (05/08) na Subprefeitura do Butantã para um encontro com os munícipes da região e ouvir deles as principais necessidades locais, assim como sugestões sobre a atuação da Prefeitura. Esteve presente também o subprefeito designado, Aloísio Pinheiro, e o secretário adjunto municipal da Pessoa com Deficiência, Tuca Munhoz. O evento no Butantã é parte de uma série de encontros dos secretários municipais com a população e está programada para chegar a todas as subprefeituras da cidade.

“Não há como pensar em políticas públicas sem um olhar para o território. Em uma cidade complexa como São Paulo, cada região tem uma realidade diferente da outra e, portanto, as necessidades nem sempre são as mesmas”, comentou Marianne Pinotti. Em seguida, a secretária apresentou os principais investimentos da Prefeitura de São Paulo no ano de 2013 e ressaltou o programa de metas desta gestão. “Estamos em um governo participativo que possui um programa de metas construído com forte colaboração popular”.

Marianne Pinotti seguiu sua fala detalhando a política municipal para as pessoas com deficiência, concretizada no Plano São Paulo Mais Inclusiva. “Reunimos 20 secretarias municipais e estabelecemos 70 ações fundamentais para assegurar a qualidade de vida desta grande faixa da população. Não temos que pensar nas pessoas com deficiência como um grupo apartado dos demais. Estamos trabalhando para garantir que os programas executados pelos diversos órgãos da administração atendam a todos”, comentou a secretária, que aproveitou a oportunidade para lembrar que a população pode, inclusive, opinar até o dia 31 de agosto sobre cada uma das ações que integram o Plano São Paulo Mais Inclusiva. A participação é feita pelo site
www.saopaulomaisinclusiva.prefeitura.sp.gov.br.

Ao final da explanação, o público presente pôde fazer suas considerações e apresentar as suas demandas. Entre as principais questões levantadas, estavam os problemas de mobilidade urbana com o transporte público e as calçadas. Sobre a falta de acessibilidade em estações de Metrô e da CPTM, a secretária se comprometeu em buscar um diálogo com o Governo do Estado, responsável pela administração dos serviços. Em relação às calçadas e aos ônibus, Marianne Pinotti falou sobre a meta do prefeito Haddad de reformar 850 mil m² de passeios públicos nas chamadas rotas acessíveis. “Já temos 50 mil m² prontos, e até o final do ano teremos obras iniciadas em 100 mil m². O problema é complexo e depende também do cidadão manter a sua calçada conforme as normas legais. A nossa frota de ônibus já está com 71% dos veículos acessíveis e o compromisso do prefeito é chegar a 100% até o final desta gestão”, concluiu.

Todas as perguntas, considerações de demandas levantadas foram registradas e as que não puderam ser atendidas no encontro serão respondidas pelos técnicos da Prefeitura.

Fonte: prefeitura.sp.gov.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 × 1 =