SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

Seleção Brasileira de atletismo disputa neste fim de semana, em Berlim, a principal competição do ano

atletas-deficientes-brasileiros

A Seleção Brasileira de atletismo volta à ação neste fim de semana. A partir de sexta-feira, 20, a delegação nacional disputará o Grand Prix IPC Athletics de Berlim, na Alemanha. O meeting ocorrerá até domingo, 22, no estádio Friedrich-Ludwig-Jahn Sportpark, na capital germânica. Aproximadamente 560 atletas, de 35 nacionalidades, foram inscritos.

Esta será a oitava parada do principal circuito de atletismo paralímpico do planeta. Nesta temporada, Dubai (EAU), Pequim (CHN), São Paulo, Mesa (EUA), Nottwil (SUI), Grosseto (ITA) e Tunis (TUN) já foram sedes da competição. Após este estágio, os atletas terão pela frente apenas a final do Grand Prix, dia 25 de agosto, em Birmingham, Inglaterra.

A delegação brasileira já está em solo alemão e conta com a presença de 40 pessoas. Destes, 22 atletas e oito atletas-guias. Tudo para que o time nacional consiga um bom desempenho naquele que foi definido como o meeting alvo para a obtenção das melhores marcas da temporada.

“Berlim é, de fato, a competição alvo para os atletas brasileiros no momento. Será uma disputa muito forte, com atletas de vários países. Estamos tratando esta como a competição mais forte deste período e esperamos ter os melhores resultados possíveis”, disse Ciro Winckler, técnico-chefe da Seleção Brasileira. “Este será um ano atípico, sem Mundial ou Jogos Paralímpicos. Então, temos de ter metas intermediárias de modo que os atletas não se acomodem pela falta de competições. E Berlim será a principal delas”, completou.

Para tamanho desafio, o Brasil enviou à Alemanha a sua força máxima. Dos 22 convocados para a disputa, 20 conquistaram ao menos uma medalha no Mundial de Atletismo paralímpico disputado no ano passado, em Lyon, na França. Na ocasião, o país subiu ao pódio em 40 oportunidades, sendo 16 láureas de ouro, 10 de prata e 14 bronzes. Nomes como Yohansson Nascimento, da classe T47 (amputação abaixo dos cotovelos), Terezinha Guilhermina e Lucas Prado (ambos da classe T11, para cegos totais) são os principais destaques.

Time São Paulo

Os atletas Claudiney Santos, Daniel Mendes da Silva, Jerusa Geber, Odair dos Santos, Shirlene Coelho dos Santos, Terezinha Guilhermina e Yohansson Nascimento são integrantes do Time São Paulo, parceria entre o CPB e a Secretaria de Estado do Direito das Pessoas com Deficiência de São Paulo que beneficia 34 atletas e seis atletas-guia de nove modalidades.

Convênio – Ministério do Esporte

A participação das Seleção Brasileira no Grand Prix do IPC em Berlim é custeada por um convênio entre o Ministério do Esporte e o Comitê Paralímpico Brasileiro.

Veja a lista dos convocados
Alex Pires
Ariosvaldo Fernandes da Silva
Bruno Marins Araújo
Claudiney dos Santos
Daniel Mendes da Silva
Edson Cavalcante Pinheiro
Emicarlo Elias de Souza
Felipe Gomes
Jerusa Geber
Jhulia Karol
Jonathan de Souza Santos
Leonardo Amancio
Lucas Prado
Mateus Evangelista Cardoso
Odair Ferreira dos Santos
Sheila Finder
Shirlene Coelho
Teresinha Santos
Terezinha Guilhemina
Yagonny Reis de Souza
Yeltsin Jacques
Yohansson Nascimento
Atletas-guia
Carlos Antonio dos Santos
Fábio Dias de Oliveira
Guilherme Santana
Heitor de Oliveira Sales
Jorge Augusto Pereira Borges
Justino Barbosa dos Santos
Laercio Alves Martins
Luiz Henrique Barboza

Fonte: Comitê Paralímpico Brasileiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

um × 1 =