SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

App narra filme para cegos

Cena-do-filme-Hoje-Eu-Quero-Voltar-Sozinho--size-598

Aplicativo desenvolvido por um brasileiro acrescenta áudio descritivo às cenas

Deficientes visuais e auditivos já podem ir a algumas salas de cinema e teatros para curtir, em maior intensidade, as atrações em cartaz. Quem ajuda na tarefa é o aplicativo Whatscine, recém-chegado ao Brasil e disponível para os sistemas operacionais iOS (Apple) ou Android (Google). Ao ser conectado à rede Wi-Fi de cinemas e teatros, o app sincroniza um áudio que descreve o que ocorre na tela ou no palco com o espetáculo em andamento: o usuário, então, pode ouvir a narração em seu celular.

O recurso de audiodescrição tem o difícil desafio de colocar em áudio todos os detalhes do que é visto em um filme ou peça teatral — exceto os diálogos. O resultado poderia ser, por exemplo: “Dia ensolarado, porta se abre, rapaz de olhos azuis olha pela fresta.” Além do recurso voltado aos deficientes visuais, o app inclui ferramenta de ajuda para pessoas com limitações auditivas, via linguagem de sinais e também legendas descritivas, exibidos na tela. O recurso só é possível em filmes.

Dois filmes brasileiros já ganharam os recursos do Whatscine. Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, dirigido por Daniel Ribeiro, e Praia do Futuro, de Karim Ainouz. Este está em cartaz em São Paulo, no Espaço Itaú de Cinema Frei Caneca, com ajuda do Whatscine.

O programa foi desenvolvido pelo brasileiro Luis Mauch em parceria com pesquisadores da Universidade Carlos III, em Madri. “Na Espanha, 200 salas de cinema já oferecem o recurso e filmes de grandes estúdios já são exibidos com o recurso do Whatscine”, diz Mauch. “No Brasil, já fechamos parceria com a São Paulo Companhia de Dança para adaptar os espetáculos deles.”

O app também já chegou ao México, Panamá e Colômbia. O processo de adaptação dos filmes envolve produtoras, estúdios de distribuição e, em alguns casos, os próprios diretores das obras. Com base no roteiro original dos filmes, atores fazem a leitura das cenas.

Fonte: Veja Abril

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

onze − 10 =