SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

Mãe posta foto de filho com síndrome de down e recebe ofensa na rede social: “Sabia que esse dia chegaria”

sindrome-de-down

A professora britânica Megan Davies Mennes postou há duas semanas uma foto de seu filho Quinn, portador de Síndrome de Down, tomando sol em um jardim. A imagem mostra a criança sorridente, com a espontaneidade peculiar das crianças. Mas um desconhecido usou um perfil falso para ofender Megan, chamando Quinn de “feio”

Megan é blogueira e escreveu um texto para o jornal The Huffington Post respondendo ao seu agressor.
— Vou ser honesta. É difícil não ficar com raiva, mas não posso me permitir carregar esse peso sobre meus ombros. No final, você vai ser o único a enfrentar as consequências de suas escolhas. Há poucas pessoas neste mundo que toleram esse tipo de pensamento

A professora conta em seu desabafo que, dias antes da foto, Quinn estava com sérios problemas respiratórios.
— Quinn estava doente na semana passada, mas estava se sentindo muito melhor na sexta-feira. Decidimos sentar no quintal e tomar sol depois da escola. Não há muitas coisas neste mundo mais bonitas do que ver seu filho recém-doente se iluminando com um sorriso

Megan explica que postou a foto com a hashtag #downsyndrome (Síndrome de Down).
— O fato de você achar meu filho feio é uma coisa. Você tem direito a sua opinião. Mas o fato de você procurar intencionalmente #downsyndrome para encontrar imagens para insultar (infelizmente, Quinn não é a única vítima de seu comportamento) é ao mesmo tempo infantil e triste

A mãe de Quinn responde ao fato de seu agressor pensar que suas ofensas são apenas brincadeiras.
— Mas o que dizer de você estar buscando fotos de nossos filhos de propósito? E sobre o fato de uma bela fotografia de meu filho ter sido manchada por seu ódio? Isso não é uma piada. Isso é cyberbullying

Em outro momento, Megan confessa que, desde quando começou a escrever sobre seu filho, sabia que teria de se deparar com ofensas um dia

criança-com-down

Megan encerra com um recado a seu agressor:

— Vá lá fora. Leia um livro. Elogie alguém. Mais importante ainda, esclareça-se. Há crueldade suficiente neste mundo. Só espero que meus filhos aprendam a olhar ações e comentários ignorantes do passado e tratem os outros com respeito e dignidade. Todos nós merecemos isso, até você

down-sindrome

Em um post antigo de seu Instagram, a professora já havia protestado contra o preconceito. Em uma foto de Quinn, ela escreveu: Não sou uma piada. Sou uma pessoa

Fonte: R7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

cinco × 2 =