SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

Mudanças no trânsito Centro do Rio geram reclamações de usuários

As mudanças no trânsito do Centro do Rio geraram reclamações de usuários na manhã desta segunda-feira (17). Grande parte dos questionamentos se refere a falta de placas informativas na região.

O secretário Municipal de Transportes do Rio, Carlos Roberto Osório, chegou a ser questionado por uma cadeirante. “O senhor tá complicando demais a vida dos deficientes. Essa mudança tá afetando o respeito à acessibilidade”, condenou ela, destacando que as alterações não foram bem explicadas.

cadeirante-acessibilidade-transito

Segundo Luisa Zoing, assistente administrativa da Associação Comercial da Candelária e moradora de Benfica, no Subúrbio do Rio, as mudanças foram ruins para cadeirantes e deficientes visuais. Prontamente, o secretário explicou as mudanças e as melhores opções para deficientes.

Passageiros que aguardavam em pontos de ônibus da Avenida Rio Branco disseram que as alterações ainda estão muito confusas. O engenheiro Wladmir Donola destacou que a espera pelo ônibus da linha 432 foi maior que a habitual. “Meu ponto era em outro lugar e não encontrei placa dizendo da mudança. Precisei pedir informação e já estou atrasado”, disse ele.

De acordo com Luisa, nesta segunda, ela gastou mais do que o dobro do tempo para chegar ao trabalho. Antes, o tempo gasto de Benfica até a Candelária era de 40 minutos e nesta segunda ela levou quase duas horas para chegar ao trabalho.

Quem precisou passar pela Avenida Presidente Vargas enfrentava longo congestionamento no sentido Candelária, a partir da Cidade Nova, por volta das 10h. A fonoaudióloga Luciana Marchena embarcou em um ônibus em Jacarepaguá, na Zona Oeste, em direção ao Centro, e contou ficou parada mais de uma hora na Presidente Vargas. “Eu contei. Foram 31 minutos parada só em frente à Cidade Nova. Não está andando de jeito nenhum. A pista lateral está totalmente parada. As pessoas estao saltando do ônibus para ir a pé”, disse Luciana.

Alterações na Avenida Rio Branco e Mergulhão
O Mergulhão da Praça XV foi fechado e a implantação de mão dupla na Avenida Rio Branco, entre a Avenida Presidente Vargas e o Aterro do Flamengo, foi concluída neste domingo (16). As intervenções fazem parte do avanço das obras no projeto Porto Maravilha, na Zona Portuária. Na sexta-feira (14), durante uma coletiva de imprensa, o prefeito Eduardo Paes disse temer que a região pare no primeiro dia útil de implantação das mudanças. “A Prefeitura conta com a colaboração da população para evitar ao máximo ir de carro de passeio para o Centro. Se na segunda-feira tiver a mesma quantidade de veículos que temos hoje, o Centro do Rio vai parar”, ressaltou.

Segundo a Prefeitura, a faixa central da Rio Branco agora está destinada à circulação de táxis, no sentido Cinelândia. As faixas laterais estão disponíveis para o tráfego de ônibus: duas no sentido Candelária e as outras duas em direção à Cinelândia. A proibição de circulação de carros de passeio na Av. Rio Branco passa a valer nos dias úteis, das 5h às 21h, e aos sábados, das 5h às 15h. Nos domingos e feriados, não há restrições à circulação de veículos particulares pela via.

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 × três =