SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência é marcado com seminário em Petrolina

dia-internacional-da-pessoa-com-deficiencia

Mais de 13% da população de Petrolina tem algum tipo de deficiência, de acordo com dados da Secretaria Municipal de Acessibilidade. Nesta terça-feira (3) comemora-se o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. A Secretaria Municipal de Acessibilidade de Petrolina vai promover neste dia, o I Seminário “Empregabilidade, um caminho sem volta”. O evento é gratuito e acontecerá das 8h às 12h, no auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). A ação é uma parceria da secretaria de Acessibilidade com o Ministério do Trabalho e Emprego, Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Agência do Trabalho e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest).

De acordo com a organização, o seminário contará com a presença do perito do serviço de reabilitação profissional, Edinaldo Torres e a representante do Ministério do Trabalho e Emprego, a auditora fiscal Márcia Pinheiro.

A proposta do seminário é integrar a pessoa com deficiência em todos os níveis, desde o social ao familiar, explica a secretária de Acessibilidade de Petrolina, Rosemary Andrade. “O Dia Internacional de Luta da Pessoa com Deficiência é uma data que nos remete a batalha que já travávamos há muito tempo e ainda na atualidade. Relembramos também que precisamos continuar buscando melhorias, porque entendemos que muito já se fez. Mas, ainda temos muitas coisas a conquistar”, ressalta Rose.
Para Rosemary, a principal conquista da pessoa com deficiência é a empregabilidade. “É um caminho sem volta, quando as pessoas percebem que são úteis, nunca mais querem ficar em casa e esperar as coisas”, comenta.

A operadora de caixa Jacivânia Pereira dos Santos, 24 anos, tem deficiência física e ela é uma entre os muitos deficientes brasileiros que estão no mercado de trabalho. “Comecei a trabalhar em 2011 como serviços gerais em uma loja de eletrodomésticos. Depois fiquei 1 ano e 4 meses em outra loja, como operadora de caixa. E hoje, estou a 5 meses trabalhando em uma loja de material de construção. Eu tive uma boa oportunidade. Tudo tem dado certo e tenho achado muito bom trabalhar”, revela Jacivânia.

Em todo o Brasil, a última relação anual de informações sociais (RAIS) do Ministério do Trabalho de 2011, um total de 325,3 mil pessoas com deficiência já tinham vínculo empregatício.

Projetos voltados à Pessoa com Deficiência
Em Petrolina, desde 2008 foi criada uma secretaria na cidade responsável pela acessibilidade e atender as pessoas com algum tipo de deficiência, seja ela, intelectual, física, visual e auditiva. Ganharam destaques projetos como o Banco Municipal de Empregos para pessoa com deficiência (BAMEM), que surgiu da necessidade das empresas que precisam cumprir a lei que determina que mais de 100 funcionários devem destinar de 2% a 5% das vagas para pessoas com deficiência.

Além do Bamem também são promovidas pelo município, campanhas educacionais no trânsito a exemplo da campanha “Difícil para você? imagina para nós”, que foi realizada em abril deste ano e já tem a segunda etapa programada para este mês de dezembro. O programa leva os utiliza deficientes às ruas para educar as pessoas no trânsito.

Outro projeto que vem facilitar a mobilidade dos deficientes de Petrolina é o ‘Rota Acessível’ que em parceria com a secretaria de infraestrutura do município fará a revitalização de todo o piso da orla de Petrolina, retirando as pedras portuguesas e colocando um pavimento mais adequado para pessoas com deficiência. A obra será realizada no centro da cidade e no acesso ao Terminal Hidroviário de Petrolina, que faz o embarque e desembarque de passageiros das barquinhas.

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quinze + 18 =