SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

Semana da Pessoa com Deficiência em Ribeirão Preto terá inicio segunda-feira

semana-das-pessoas-com-deficiencia

A Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência terá início em Ribeirão Preto, na segunda-feira (2), estendendo-se até o dia 6 de dezembro, com uma série de atividades. Chamando atenção para a inclusão social, as atividades seguirão com o Slogan “Somos Diferentes, com Direitos Iguais”, com a participação de entidades que trabalham com pessoas com deficiência, e grupos afins.

A Semana é uma realização da Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, por meio da Secretaria de Assistência Social, Seção de Projetos da Pessoa com Deficiência e parceiros, que todo ano, tradicionalmente, promovem a mobilização. “Temos o objetivo comum de melhorar a qualidade de vida dessas pessoas; uma luta diária”, afirmou Regiane Velho Garcia, coordenadora do SPPD. “O lema deste ano é mais uma vez “Somos Diferentes, com Direitos iguais”, defendendo todos os direitos da pessoa com deficiência e que devem ser respeitados”, disse.

A secretária da Assistência Social, Maria Sodré, tem participado de uma série de discussões em prol da pessoa com deficiência”. “Estamos avançando”, disse. “Ribeirão Preto tem uma frota de 347 ônibus, todos com acessibilidade. Temos o SPPD (Seção de Programas para a Pessoa com Deficiência), ligado à Secretaria de Assistência Social, que atende em seus quatro projetos uma média de 1.500 pessoas/mês e 18 mil pessoas ano, com benefícios necessários tais como: carteirinha de isenção de tarifa de ônibus para pessoa com deficiência, vans adaptadas para cadeirante, selo de estacionamento para vaga de PCD, Inclusão da PCD no mercado de trabalho, e, a curto prazo, teremos duas residências inclusivas para a pessoa com deficiência”.

A secretária Maria Sodré mencionou também o COMPPID (Conselho Municipal de Integração e Promoção da Pessoa com Deficiência), que trabalha em prol dos direitos, das políticas públicas para a pessoa com deficiência. O município está atento às questões de acessibilidade, transporte, inclusão social para que sejam cumpridos e respeitados os direitos da PCD”, finalizou. “Esta semana será uma semana muito importante, envolvendo todas as entidades e sociedade civil”, lembrou.

Termo de Aceite – A Prefeitura de Ribeirão Preto assinou neste semestre, junto ao Governo Federal, por meio da Secretaria de Assistência Social, um termo de aceite para a implantação de duas residências inclusivas para pessoas com deficiência no município. Um Projeto de Lei do Executivo para aplicação do repasse do Governo Federal foi aprovado por unanimidade na Câmara Municipal, no último dia 22/10.

As duas unidades, sendo uma feminina e uma masculina, com capacidade de atender até 10 pessoas por abrigo serão operacionalizadas e executadas por entidades do terceiro setor, com previsão de funcionamento para janeiro de 2014. O serviço de atendimento funcionará ininterruptamente (24 horas).

O público-alvo do serviço são jovens e adultos com deficiência, em situação de dependência, prioritariamente aqueles atendidos pelo Benefício de Prestação Continuada – BPC, que não dispõem de condições de autossustentabilidade ou de retaguarda familiar, ou que estejam em processo de desinstitucionalização de instituições de longa permanência. Crianças e adolescentes (de 0 a 18 anos incompletos) devem ser atendidas nos serviços de acolhimento destinadas a crianças e adolescentes.

Residência Inclusiva – Trata-se de uma unidade que oferta Serviço de Acolhimento Institucional, no âmbito da Proteção Social Especial de Alta Complexidade do SUAS (Sistema Único de Assistência Social), conforme estabelece a Tipificação Nacional dos Serviços Socioassistenciais. As residências adaptadas, com estrutura física adequada, localizadas em áreas residenciais na comunidade, devem dispor de equipe especializada multiprofissional e metodologia adequada para prestar atendimento personalizado e qualificado, proporcionando cuidado e atenção às necessidades individuais e coletivas dos grupos. “O objetivo da residência é acolher e garantir proteção integral a jovens e adultos com deficiência em situação de risco pessoal e ou social”, afirmou a prefeita Dárcy Vera. “Quero agradecer o Legislativo Municipal pela votação unânime para o uso do repasse do Governo Federal para darmos andamento ao Projeto rapidamente”, disse.

A secretária da Assistência Social Maria, Sodré, informou que a parceria para a implantação das Residências Inclusivas é em consonância com o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – Plano Viver Sem Limites. “Este é mais um avanço para Ribeirão Preto. A nossa expectativa é que as residências inclusivas comecem a funcionar em janeiro do ano que vem”, finalizou.

Fonte: Ribeirão Preto Online

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

15 − 15 =