SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

Com perseverança e ajuda de ‘Jolie’, paraplégico vence dificuldade para ser pai

paraplegico-realiza-sonho-de-ser-pai

A atriz Angelina Jolie não sabe, mas foi inspiração para que um paraplégico de São José dos Campos (SP) realizasse o sonho de ser pai.

Na vida do paradesportista Evandro Bonocchi, 37, que tornou-se deficiente após um acidente automobilístico, em 2005, Jolie é o nome dado a um aparelho massageador “milagroso”, que teve participação direta na concepção de Domênico, de dez meses.

Após o acidente, especialistas disseram que seria impossível que Bonocchi tivesse um filho sem intervenção médica. Os tratamentos, porém, eram muito caros.

Mas, inspirado em um livro que relatava a experiência de paternidade de um cadeirante com características semelhantes às suas, ele resolveu insistir no sonho.

Com um aparelho massageador para as costas, ele e a mulher, Fabíola Teixeira, 38, conseguiram a estimulação necessária para obter ejaculações. O casal bolou então uma logística caseira para coletar a “sementinha” do futuro papai e implantá-la na futura mamãe.

No começo de 2010, Fabíola engravidou, mas perdeu o bebê três meses depois, por causas naturais. “Resolvemos continuar tentando”, diz ele.

Em 17 de outubro do ano passado, com 3,4 kg, Domênico nasceu, de cesariana. Ele adapta-se ao papai cadeirante “com muita naturalidade” e é totalmente saudável.

“Ser pai é uma emoção constante incrível. Sinto o maior amor possível, pois é o amor a uma parte de mim.”

 

Folha de S.Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × cinco =