SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

Primeiro jovem com síndreme de down universitário de MS quer ser ator

sindrome-de-down-capacitação
Síndrome-de-Down

Fã de romances, dramas e filmes épicos no cinema, de documentários e das novelas da televisão brasileira, Vinícius Battaglin Coquemala Wanderley, 19 anos, nesta semana, passou a ser um dos integrantes das salas aula do curso de Artes Cênicas e Dança da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems). Não haveria nada de inusitado nesta cena, não fosse por um detalhe: o jovem, que sonha em deixar de ser espectador e quer passar a fazer parte dos atos de uma peça teatral e ver o nome nas famosas letrinhas subindo no final dos filmes, tem Síndrome de Down. Aliás, ao que tudo indica, Vinícius é o primeiro portador do distúrbio genético do Estado a sentar no banco de uma universidade.

“Quero ultrapassar barreiras e quero ter meus fãs”, resume o sonhador. Vinícius terminou o ensino fundamental em 2010 e o médio, por meio do Ensino para Jovens e Adultos (EJA), em 2011.

No ano passado, preparou-se, “bem pouco”, admite, para prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e concorrer à vaga da graduação que sempre quis fazer. Inscreveu-se no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e disputou com outros à vaga em Arte Cênicas da Uems, curso criado em 2009. Ele foi chamado na terceira convocação, mas orgulha-se em dizer que não se valeu sistemas de cotas pra ingressar na universidade. “Briguei com os cabeças”, brinca, referindo-se ao fato de ter concorrido com candidatos sem as mesmas limitações dele.

 

Fonte: Correio do Estado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

7 − cinco =