SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

ONG luta pelo acesso de pessoas com deficiência às praias do Rio

acessibilidade-de pessoas-com-deficiencia-as-praias
acessibilidade-para-pessoas-com-deficiêcia

Quem depende de cadeira de rodas sabe como é difícil aproveitar um dia de sol, como o que fez no domingo (17), na praia. Faltam rampas e esteiras na areia, que são fundamentais para facilitar a passagem dos deficientes físicos. A ONG Praia para Todos disponibilizou esteiras para dar acesso ao cadeirante.

Uma escada, no Posto 3, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, parece simples. Mas um enorme obstáculo atrapalha o deficiente que precisa usá-la. No local existe até uma rampa, mas de areia.

Carlos da Silva tentou ir à praia um ano e oito meses depois de sofrer um Acidente vascular Cerebral (AVC), mas não conseguiu ir além do calçadão. Fabio Fernandes e Ricardo Gonzalez não se conformaram com este limite e criaram o projeto Praia para Todos. A ONG fornece a esteira, para a passagem de cadeiras de roda, profissionais especializados e acaba de ganhar a ajuda de voluntários do Corpo de Bombeiros.
“Para nós que somos cadeirantes, a acessibilidade é fundamental”, disse Fabio Fernandes.
Agora, com a mudança. Jorge da Silva, de 11 anos, conseguiu finalmente chegar até à beira da água e disse que este foi o seu melhor dia de praia. “Eu pude entrar na água. Porque essa praia aqui a gente curte muito”, disse.
Em uma cidade com tantas praias e que vai sediar os Jogos Paralímpicos, essas são oportunidades raras: duas vezes por semana, até junho. No resto do ano, as praias não são para todos.

 

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

20 − catorze =