SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

Race2Recovery é a primeira equipe de deficientes físicos a terminar o Rali Dakar

A equipe Race2Recovery pode não ter vencido o Rali Dakar 2013, mas certamente sua chegada foi das mais significativas da história da competição. Eles foram a primeira equipe de deficientes físicos a completar o rali, que este ano terminou em Santiago, no Chile.

Mesmo depois de um acidente que tirou um de seus quatro Bowler Wildcat da competição, ferindo três ocupantes de seu veículo de apoio, a equipe de ex-combatentes seguiu firme e forte na competição que acabou ontem, dia 21 de janeiro. Nos estágios 5 e 6, três de seus carros de competição foram eliminados, dois deles por problemas mecânicos e outro devido a um acidente, onde ninguém se feriu – porém os danos no carro o impediram de continuar.

O único Wildcat que restou, tripulado por Matt O’Hare e Phillip Gillespie, cruzou a linha de chegada na noite de sábado. “Ainda não caiu a ficha de que conseguimos. Estou em êxtase e muito orgulhoso de toda a equipe Race2Recovery”, disse O’Hare pouco depois de terminarem. “O trabalho dos nossos mecânicos e da equipe de suporte foi insuperável. E os outros pilotos que tiveram que sair da competição mais cedo se tornaram parte integral da equipe de suporte enquanto continuamos na corrida, então dá para dizer que o sucesso foi de todos nós”.

r2r_wildcat_4 cópia

Os carros usados pela Race2Recovery são os Bowler Wildcat, baseados no Land Rover Defender. O motor é o V8 4.0 a gasolina, que rende 286 cv  e 40,4 mkgf de torque, levados para as quatro rodas por um câmbio sequencial de seis marchas.

Sem dúvida é uma conquista e tanto para uma equipe que, mesmo que não tenha vencido a competição – nos perdoem o clichê – já está cheia de vencedores.

 

Fonte: JALOPNIK

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 − três =