SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

Estados Unidos podem coroar a primeira Miss America portadora de síndrome de Asperger

EUA podem coroar sua primeira miss autista

Os Estados Unidos podem coroar a primeira Miss America portadora de síndrome de Asperger, um transtorno do espectro autista, do qual a candidata fala abertamente.

 

A 92ª edição do concurso de beleza americano, celebrado este ano em Las Vegas (Nevada, oeste dos EUA), conta com a participação da Miss Montana Alexis Wineman, de 18 anos, a participante mais jovem e a primeira candidata autista da história do concurso, que teve diagnosticado, aos 11 anos, um transtorno de desenvolvimento que incluía a síndrome de Asperger, tema do qual ela fala abertamente.

“Muita gente espera que as pessoas com autismo sejam todas iguais, que é um problema do cérebro que impede que funcionemos na sociedade”, declarou Wimenan à revista Time desta semana.
“Quero que as pessoas percebam que há um grande espectro de gente que vive com autismo. Tem gente que funciona muito bem e gente que funciona menos”, acrescentou Wimenan, cujo título estatual lhe rendeu uma disputada bolsa de estudos para ingressar na universidade.

Além dela, a cerimônia deste sábado conta com outra candidata diferente das demais, Allyn Rose, de 24 anos, Miss Distrito de Columbia, que vai se submeter a uma dupla mastectonia após o concurso, independente do resultado. O câncer de mama matou a mãe de Rose aos 16 anos e ela também perdeu a avó e a tia com a doença.

“Posso passar o resto da vida incrivelmente alerta”, declarou à emissora de Washington WJLA, após ganhar o título pelo distrito de Columbia.
“Ou posso tomar esta outra decisão (a dupla mastectomia), algo que é incrivelmente drástico, mas que ao mesmo tempo pode ajudar a prolongar a minha vida”, acrescentou.

Há outros casos especiais entre as demais aspirantes ao título de Miss América. É o caso da Miss Iowa, Mariah Cary, que sofre de um problema neurológico conhecido como síndrome de Tourette, e a Miss Maine, Molly Bouchard, que precisou perder 23 quilos para conquistar o título.
Em 1994, a Miss Alabama Heather Whitestone, que era surda, foi a primeira aspirante com uma necessidade especial a levar a coroa.

Fonte: Rede Saci

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

19 − 4 =