SuperBanner

Site Pessoa com Deficiência (PCD)

Inclusão, Direitos, Isenção e Vagas

Sem médicos no Detran, capixabas com deficiência não conseguem liberação para dirigir

unnamedCerca de 150 pessoas com deficiência aguardam a prova de direção veicular que necessita da presença dos médicos peritos. Até o momento, não há precisão de quando eles serão contratados

Pessoas com deficiência estão enfrentando problemas para conseguir liberação para dirigir no Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran/ES). O órgão não conta com médicos peritos e não há um prazo específico para a contratação desses profissionais.

Tentado renovar a carteira de habilitação desde dezembro, José Antônio Barbato, de 66 anos, informou que já tem todos os exames solicitados para renovação, mas não está conseguindo o laudo final.

“Só falta o laudo do médico perito. Pelos os exames que já fiz, estou apto a dirigir. No entanto, preciso passar pelo médico e sempre que entro em contato com o Detran, eles não me dão uma previsão de quando a contratação desses profissionais será feita”, disse.

O marido da corretora Hosana Cristina Ferreria, também está passando pela mesma dificuldade. Segundo ela, há um mês eles estão esperando para conseguir renovar a carteira. “Nós entramos em contato com o Detran, mas a informação que recebemos é que não tem um prazo para a contratação dos médicos e que isso deve demorar”, informou.

José Antônio sugere que caso essa contratação não aconteça logo, que o Detran-ES dê um prazo a mais para que as pessoas que estejam na mesma situação que ele não parem de dirigir. “Eu dependo de trabalhar e por isso necessito do meu carro. Minha sugestão é que seja liberado um prazo a mais de validade das nossas habilitações enquanto os médicos não são contratados”, opinou.

Em nota o Detran-ES informou que vem estabelecendo um diálogo com a categoria de médicos de trânsito, mas não apresentou um prazo para que os médicos sejam contratados.

Ainda em nota, o Departamento informa que atualmente cerca de 150 usuários aguardam atendimento para a prova de direção veicular prática com carro adaptado, que necessita além do examinador, a presença do médico perito.

Fonte:www.folhavitoria.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Imagem CAPTCHA

*