SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

Curso aborda práticas para inclusão e acessibilidade no ambiente escolar

Palestrante Régis Nepomuceno é reconhecido pela criação do aplicativo Minha Rotina Especial

educacao-inclusiva-acessibilidade

O Recife vai sediar, entre os dias 23 e 24 de janeiro, o curso “Reflexões e Práticas de Inclusão: da Reabilitação à Escola”. A capacitação é voltada para terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, psicólogos, fonoaudiólogos, pedagogos e psicopedagogos. As aulas serão ministradas pelo renomado terapeuta ocupacional catarinense Régis Nepomuceno, o criador do aplicativo “Minha Rotina Especial”. As aulas acontecem das 9h às 18h, no Rosarinho.

Entre os temas que serão abordados está a adaptação de material escolar e do currículo pedagógico, além da discussão sobre o processo de ensino e aprendizagem e o debate sobre a necessidade da escola de apoio. Também está no conteúdo programático do curso questões como indicação e o uso das tecnologias para a educação, que são dispositivos que buscam garantir a autonomia, independência, qualidade de vida e inclusão social da pessoa com deficiência. As inscrições podem ser realizadas até a quarta-feira (20), através do e-mail contato.pe@inclusaoeficiente.com.br. O evento é uma realização da empresa Inclusão Eficiente – Consultoria e Assessoria em Inclusão e Reabilitação, comandada, em Pernambuco, pelas terapeutas ocupacionais Bruna Almeida, Nara Sandes e Thaisa Angelo.

O debate sobre o tema voltou à tona com a aprovação da Lei Brasileira da Inclusão da Pessoa com Deficiência (13.146/15), que, entre outras disposições, direciona as escolas em todo País a realizarem as adaptações definidas na legislação para garantir a inclusão efetiva de alunos com deficiência. A realidade da educação inclusiva no Brasil apresenta uma grande disparidade entre a teoria e a prática. Não são raras as vezes em que os pais se deparam com escolas despreparadas em infraestrutura e grade curricular inadequada, além da falta de qualificação dos profissionais que atendem os alunos com deficiência.

“Além das adaptações de ordem prática, como adequação do mobiliário e implantação de rampas, também é necessário realizar a adaptação curricular e estimular o entendimento da escola como agente formador de pessoas para a vida, onde as crianças aprendem muito mais do que ler e escrever, aprendem conceitos e fazeres que serão importantes para seu desempenho nas suas atividades da vida diária. Para isso a sensibilização e humanização dos profissionais que atuam nessa área é fundamental. Estas são ações importantes para trilhar um caminho eficiente para a inclusão”, ressalta Bruna Almeida, terapeuta ocupacional, e sócia da Inclusão Eficiente.

Conteúdo programático

– Histórico da Inclusão Escolar
– Leis e direitos da pessoa com deficiência
– Escola pública X Escola particular
– Principais patologias
– Indicação e adaptação de tecnologia assistiva
– Professor titular
– Segundo professor/Professor auxiliar/Tutor/ Monitor: indiferente do nome, qual seu papel?
– Adaptação de material escolar
– Adaptação de Currículo funcional
– Processo de ensino aprendizagem
– Escola de apoio
– Estudos de caso

Data: Sábado e domingo
Local: Avenida Norte, 3003, Térreo – Rosarinho, Recife.

Horário: 9h às 18h – carga horária 16h

Fonte: www.diariodepernambuco.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Imagem CAPTCHA

*