SuperBanner

Site Pessoas com Deficiência (PCD)

Lei, Inclusão, Isenção e Vagas

Deficiente auditivo reclama da falta de filmes legendados em cinema de São Vicente

deficiente auditivo

A ausência da exibição de filmes legendados nas salas de cinema da rede Cine Roxy é ponto de crítica por parte do comerciante Fernando Rios, em São Vicente. Deficiente auditivo, ele contou que não pode ir ao cinema na Cidade por só ter longas-metragens dublados.

“Sempre vou ao cinema, mas falta filme legendado. Eu vejo o filme, mas não entendo nada porque falta a legenda. É um absurdo”.

Segundo o comerciante, que possui um box na Praça Coronel José Lopes, no Centro, ele tentou assistir ao filme “Homem-Formiga”, mas não conseguiu pela falta da legenda. Ele relatou que foi orientado a ir ver o longa-metragem na unidade da rede que fica em Santos.

“Falam para ir para Santos. Mas eu não vou a Santos, quero ir aqui mesmo. Falei com o gerente e disse a ele que se não tivesse filme legendado, não iria pagar. Mas ele disse que tem que pagar mesmo assim”.

A Agência Nacional de Cinena (Ancine) colocou em consulta pública até hoje (7), uma Notícia Regulatória e um Relatório de Análise de Impacto (AIR) que discutem ações para regulamentar a promoção da acessibilidade em salas de cinema, com disponibilização de recursos de legendagem descritiva, LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) e audiodescrição que possibilitem a utilização de conteúdo audiovisual por pessoas com deficiência visual ou auditiva.

A ação está prevista na Agenda Regulatória 2015-2016 da Agência e tem correspondência com a diretriz do Plano de Diretrizes e Metas para o Audiovisual que atribui à Ancine o papel de ampliar e diversificar a oferta de serviços de exibição e facilitar o acesso da população ao cinema.

Enquanto isso, Fernando Rios pede para que disponibilizem horários com filmes legendados nas salas de cinema em São Vicente. “Eles não respeitam deficientes auditivos. Todos os filmes são dublados. Eu sou contra o filme dublado”.

Questionada sobre a situação, a assessoria de comunicação do Cine Roxy respondeu, em nota, que a rede procura atuar da maneira mais ampla possível, sem discriminar ou favorecer qualquer grupo específico de pessoas. Dessa forma, em respeito à demanda da maior parte do público, o número de sessões dubladas cresceu na unidade de São Vicente.

A empresa explicou que, entretanto, é possível buscar na programação das unidades a sessão mais apropriada ao gosto do cliente. Com isso, o Cine Roxy disse que procura “devolver” o carinho e a preferência conferidos a ele, respeitando as características regionais de cada unidade.

Segundo o Cine Roxy, só há filmes legendados na unidade de Santos porque, diferente de São Vicente, a demanda por filmes legendados é a preferência do público santista.

Por fim, a rede de cinemas ressaltou que, dependendo da demanda, é possível ter sessões com filmes legendados em São Vicente e que, em breve, todas as unidades do Cine Roxy estarão equipadas para atender aos portadores de deficiência auditiva e visual, conforme determinação da Ancine.

Fonte: diariodolitoral.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Imagem CAPTCHA

*