SuperBanner

Site Pessoa com Deficiência (PCD)

Inclusão, Direitos, Isenção e Vagas

Pedro Taques sanciona lei que isenta IPVA para pessoas com deficiência

carro_deficienteA partir de agora, veículo fabricado para o uso de pessoa com deficiência física, condutora ou conduzida, e para pessoa com deficiência visual passa a ser isento do pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). O governador Pedro Taques sancionou a lei 10.278, que altera a isenção de imposto de veículos fabricados para uso de pessoas com deficiência. A sanção à lei foi publicada no Diário Oficial que circula nesta terça-feira (26).

A medida também atende às pessoas com deficiência mental severa ou profunda, ou autista, conduzido por seu representante legal (curador). A lei, de autoria do ex-deputado estadual Luiz Marinho, limita a isenção a um veículo por proprietário.

Antes da nova lei, não estava prevista a isenção para veículos conduzidos pelos curadores. A Secretaria de Fazenda já havia divulgado portaria que previa isenção nesses casos, mas a nova lei dará mais segurança.

“Sempre disse que nós não vamos deixar nenhum mato-grossense pra trás, essa modificação na lei é mais uma demonstração disso. Mato Grosso tem que ser inclusivo e o governo precisa reconhecer as dificuldades que essas famílias já enfrentam”, destacou Taques.

IPVA

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) incide sobre a propriedade de veículos automotores aéreos, aquáticos ou terrestres, quaisquer que sejam as suas espécies, ainda que o proprietário seja domiciliado no exterior, sendo vinculado ao veículo.

O imposto é gerado na data da primeira aquisição do veículo novo por consumidor final; na data do desembaraço aduaneiro, em relação a veículo importado do exterior diretamente ou por meio de trading, por consumidor final; na data da incorporação de veículo ao ativo permanente do fabricante, do revendedor ou do importador; na data em que ocorrer a perda da isenção ou da não incidência; no dia 1º de janeiro de cada ano, em relação a veículo adquirido em exercício anterior.

Fonte: circuitomt.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Imagem CAPTCHA

*